Cinema vasculha porões da ditadura

O festival Cinema Pela Verdade segue promovendo debates sobre a ditadura ao longo do Brasil até o fim de junho. A mostra é gratuita e aberta ao público, que contará com bate-papos que terão a presença de especialistas e nomes que presenciaram os anos de repressão no país.

Os filmes e as atividades complementares serão realizadas nos auditórios de universidades das 27 capitais do Brasil. Entre os filmes de destaque, estão: “Cidadão Boilsen” (2009) de Chaim Litewski; “Condor” (2007), de Roberto Mader; e “Hercules 56” (2006), de Silvio Da-Rin, e o recente “Uma longa viagem” (2011), de Lucia Murat, eleito o melhor longa-metragem nacional na 39ª edição do Festival de Cinema de Gramado.

A obra, estrelada por Caio Blat, conta a trajetória do jovem Heitor, irmão da cineasta, cujas andanças pelo mundo durante oito anos em meio ao período da diatura foram registradas através de cartas que dão ao espectador uma visão íntima dos efeitos sociais da repressão e do medo da perda de liberdade de espírito em meio a um cenário de transformações ideológicas pelas quais passava o mundo.

Para conferir datas, horários, assim como atividades complementares de última hora, basta seguir a página oficial do evento no facebook, com atualizações em tempo real: www.facebook.com/FestivalCinemaPelaVerdade

.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s